terça-feira, 18 de outubro de 2011

Dia Nacional da Juventude 2011


Este ano toda Juventude católica da Diocese de Rio Preto se reunirá em Morro Agudo. Em acolhida a Cruz da Jornada Mundial da Juventude, o evento reunirá pela primeira vez todos os grupos, pastorais e ministério jovens das Dioceses de Catanduva, Barretos, Jales e São José do Rio Preto.

Com a apresentação especial da cantora Celina Borges e a Banda Rosa de Saron, este ano o Dia nacional da Juventude promete muita comemoração e louvor em virtude da JMJ de 2013.

Toda Juventude está convidada a se encontrar em Morro Agudo dia 30 de outubro a partir das 06h.








Que Deus abençoe toda Juventude católica!!!

Abraços

Camila J. Gonçalves

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

A força do Perdão


Uma de nossas reações mais comuns diante do sofrimento é a busca de justificativas e de culpados para tais situações. Não é fácil lidar com a dor, mais difícil ainda é enfrentar perdas e injustiças. Qual o pai que, ao perder seu filho em um assassinato, não ficará revoltado? A dor humana é compreensível e não pode ser pormenorizada, porém, precisamos aprender a trabalhá-la em nós.

Diante da injustiça, a mágoa e a revolta são consequências reais, contudo, a história nos revela que tais realidades são apenas consequências da dor e não um remédio para ela.

A violência sempre gerará mais violência, desencadeando assim um gradativo processo de disseminação do ódio, o qual, por sua vez, nunca encontrará o seu fim.

Mas como finalizar esses processos inaugurados pelo ódio? Para a violência se ausentar faz-se necessário a consciência de que um dos lados precisará ceder, perdoando.

Somos muito orgulhosos, em consequência do pecado original enraizado em nós e, por vezes, contemplamos as situações somente a partir do ângulo de nossas próprias razões. Nunca queremos dar o “braço a torcer” e queremos sempre ter a razão nas situações. E, muitas vezes, até a [razão] possuímos mesmo, contudo, “amar significa perder para ganhar” e perdoar é abrir mão da própria razão por uma realidade mais nobre.

Por mais injustiça que tenhamos experienciado, a atitude mais racional diante dessa realidade é o perdão. Por quê? Porque a mágoa nos torna pequenos e empobrecidos demais, além de ser a raiz de inúmeras enfermidades . O portador do ódio é sempre o mais prejudicado. Quando estamos magoados pensamos na pessoa que nos causou a dor durante as 24 horas do dia e acabamos por “aprisioná-la” dentro de nós.

Aquele que alimenta o ódio enxerga apenas a si mesmo e o seu sofrimento, fragmentando assim a própria existência e deixando de lado outras realidades essenciais. Quem vive magoado não tem qualidade de vida, não tem paz…

Perdoar é extinguir a trama de angústias que o ódio produz em nós, é libertar-se para descobrir a beleza até mesmo na desventura.

Sei que, em determinadas situações, o perdão não é coisa fácil, porém, perdoar é uma questão de decisão e não de sentimento. A graça de Deus não nos desampara, ela está sempre pronta a auxiliar aqueles que desejam verdadeiramente viver a reconciliação.

Não percamos mais tempo: libertemo-nos de toda mágoa! Existe muita vida para se viver e ainda muita alegria/realização para se conquistar.

Coragem!

Padre Adriano Zandoná
Comunidade Canção Nova

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

O que é amar?


O namoro é um aprendizado do amor. Fomos criados para viver o amor. Sem ele o homem e a mulher não podem ser felizes. Mas, afinal, o que é amar?

O que leva muitos casamentos ao fracasso é a noção falsa que se tem do amor hoje. Há no ar uma 'caricatura' do amor. Se eu lhe der uma nota de cem reais falsa, você não aceitará, pois ela não vale nada, e você ainda poderia ser incriminado por causa dela. Se você construir uma casa usando cimento falsificado, cuidado por que ela poderá desabar sobre a sua cabeça. Se você levar para o casamento um amor falso, ele certamente desabará, pois o 'cimento' da união é o amor.

Para mostrar bem claro o que é amar, vamos iniciar mostrando o que não é amar. Amor não egoísmo; isto é, preferência por mim, mas pelo outro. Se você come uma fruta com gosto, não pode dizer que a ama. Se você treme de paixão diante de uma menina, e lhe diz : 'eu te amo', esteja certo de que você está mentindo, pois esta tremedeira é sinal de que você quer saciar o seu ego desejoso de prazer. Isto não é amor, é paixão carnal, é egoísmo. Se você está encantada com a beleza dele e se desdobra em declarar o seu amor por ele, saiba que isto também não é ainda amor, pois amor não é pura emoção ou sentimento.

Amar é muito mais do que isso, pois não é satisfazer a si mesmo, mas ao outro.

Quando você disser a alguém 'eu te amo', esteja certo de que você não quer a sua própria satisfação ou felicidade, mas a do outro. Cuidado com as 'caricaturas' do amor porque são falsas, e não podem fazer a felicidade do casal. Todo jovem tem sede de amar, mas muitas vezes o seu amor é mascarado e se apresenta falso e perigoso. Amar não é apoderar´se do outro para satisfazer-se; é o contrário, é dar-se ao outro para completá-lo. E para isto é preciso que você se renuncie, se esqueça. Você corre o risco de, insatisfeito, querer apaixonadamente agarrar aquilo que lhe falta; e isto não é amar.

Assim o amor morre nas suas mãos. Você só começará a compreender o que é amar, quando a sua vontade de fazer o bem ao outro for maior do que a sua necessidade de tomá-lo só para si, para satisfazer-se. São precisos oito anos para formar um médico, dez anos para se defender uma tese de doutorado. Para amar de verdade, será preciso uma longa preparação, porque somos egoístas. Sabemos, que a pressa é inimiga da perfeição. Há um provérbio chinês que ensina que tudo aquilo que quisermos construir sem contar com o tempo, ele mesmo se incumbe de destruir. Se você pintar uma parede que ainda está molhada, vai perder o serviço e a tinta.

O amor é hoje uma palavra tão mal usada, tão gasta, que é preciso ser redefinida para ser autêntica. O maior engano que existe hoje sobre o amor, é que, na maioria das vezes, quando alguém fala que está amando, na verdade está amando a si mesmo. Isto não é amor; é egoísmo. Há muitas 'miragens' do amor. Se o seu coração bate acelerado diante de alguém que o atrai, isto é sensibilidade, não chame ainda de amor. Se você perdeu o controle e se entregou a ele, isto é fraqueza, não chame isto ainda de amor. Se você está encantada com a cultura dele, fascinada pela sua bela carreira, e já não consegue mais ficar sem a conversa dele, isto é admiração, ainda não é amor.

Amar é uma decisão. E a decisão não é tomada apenas com o coração, empurrado pela sensibilidade. A decisão é tomada com a razão. Amar não é um ato intuitivo, mecânico, é uma decisão livre e consciente. É um ato da vontade, do querer. Para amar é preciso aceitar 'perder-se', esquecer-se, não voltar a si mesmo. É claro que a sensibilidade ajuda você sair de si mesmo, mas ela não é suficiente para levá-lo a amar. A admiração pelo outro, a afeição, empurram você para ele, mas isto ainda não é amor. Lembre-se, o amor é como uma via de mão única, que sai de você e vai até o outro.

É fácil viver as caricaturas do amor, mas o autêntico amor é exigente. A autenticidade do amor se verifica pela cruz. Todo amor verdadeiro traz o sinal do sacrifício. E é através desse sinal que você identifica o verdadeiro amor e o falso. Não há amor sem renúncia. Depois que o pecado entrou em nossa história, amar tornou-se uma 'imolação a si mesmo', uma verdadeira crucificação própria. Mas os seus frutos são doces.

Quando se planta amor, se colhe amor, ensinava São João da Cruz. Muitas vezes você pode ter reclamado de que não recebeu amor, mas será que você semeou amor ali naquele lugar? Se você amar gratuitamente, receberá tudo de volta. Se nos apegarmos ciosamente a nós mesmos e às criaturas, acabaremos perdendo tudo.

Para que o seu namoro seja rico é preciso basear-se neste amor que é doação de si mesmo para construir o outro. Se não houver amor, não haverá crescimento mútuo, e será tempo perdido. O seu namoro só terá sentido se for um aprendizado do autêntico amor. O amor tem muitas faces: a compreensão, a aceitação do outro, o perdão, a busca da verdade, a paciência, a sinceridade, a fidelidade, a bondade, o perdão, e tudo que faz o outro crescer.

Professor Felipe Aquino
Comunidade Canção Nova

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Momentos que ficaram sempre ♥

video

Vamos continuar escrevendo essa História?

Força DMJ!!


Olá pessoal...

Mudanças ocorrem em nossas vidas constantemente, não é verdade!. Algumas vezes temos de nos deparar com inúmeras situações que nos desmotivam, mas enquanto nossos corações puderam pulsar sangue ainda haverá tempo de realizar muitas coisas. Eu particularmente tenho muito a agradecer a este grupo por tudo que me proporcionou, fatos, momentos e especialmente pessoas que tanto amo e admiro. Tenho certeza que Deus tem ainda muitos planos para nosso grupo, então com toda confiança Nele vamos lançar redes, tocar o barco, pegar a estrada, vamos ser uma Dimensão Missionária Jovem, Deus quer vida nesta missão e o mundo precisa desta missão. Se você não desistir motivará a todos a continuar, reze, confie, busque as pessoas que você sabe que pode ajudar, não pense que estamos todos dispersos e que cada um tem sua vida, pense que todos juntos com sua rotina, fé e capacidade pode dar vida a esta Missão. Olhe para a história que Deus escreveu e tem escrito, afinal de contas são 4 anos, e muitas coisas podem nos recordar o quanto este grupo é abençoado.

FORÇA DMJ! Ser um Jovem de Deus é ser um Jovem Feliz e abençoado, é nunca desistir de lutar pela vida, é amor e vocação, é fé e amizade, é sonhar e balhar para vencer. É estudar e trabalhar, acordar cedo e dormir tarde, é simplesmente ser um guerreiro apaixonado por Jesus.
Juntos somos capazes de realizar muito mais. Vale a pena lutar por esta Missão.

Que Deus ilumine a todos.
Abraços

Camila J. Gonçalves


segunda-feira, 29 de agosto de 2011

JMJ em Madri


Palavras do Papa em Madrid,na missa de encerramento da JMJ no dia 21 de Agosto de 2011

“É impossível encontrar Cristo, e não O dar a conhecer aos outros. Por isso, não guardeis Cristo para vós mesmos. Comunicai aos outros a alegria da vossa fé. O mundo necessita do testemunho da vossa fé; necessita, sem dúvida, de Deus.” Com estas palavras, o Santo Padre convidou participantes na missa final da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) que façam os seus pares participar da fé que professam.

As palavras do Santo Padre estiveram carregadas de referências a Jesus Cristo, à Igreja e aos sacramentos. Assinalou que “A fé não se limita a proporcionar alguma informação sobre a identidade de Cristo, mas supõe uma relação pessoal com Ele, a adesão de toda a pessoa, com a sua inteligência, vontade e sentimentos, à manifestação que Deus faz de Si mesmo.”
mass2

Por sua vez, motivou os jovens a seguir a Deus: “respondei-Lhe com generosidade e coragem, como corresponde a um coração jovem como o vosso. Dizei-Lhe: Jesus, eu sei que Tu és o Filho de Deus que deste a tua vida por mim. Quero seguir-Te fielmente e deixar-me guiar pela tua palavra.”

Além de animar a caminhar com Cristo, recordou a necessidade de segui-lo dentro da Igreja frequentando os sacramentos: “Para o crescimento da vossa amizade com Cristo é fundamental reconhecer a importância da vossa feliz inserção nas paróquias, comunidades e movimentos, bem como a participação na Eucaristia de cada domingo, a recepção frequente do sacramento do perdão e o cultivo da oração e a meditação da Palavra de Deus.”

Próxima Jornada Mundial em 2013

mass3Vemo-nos no Rio de Janeiro!

Ao finalizar a Santa Missa, anunciou a sede da próxima Jornada Mundial da Juventude, que será no Rio de Janeiro (Brasil), entre os gritos de alegria dos brasileiros aqui presentes.




A felicidade começa em mim


Quem sou eu? Eu vivo para saber. Interessante descoberta que passa o tempo todo pela experiência de ser e estar no mundo. Eu sou e me descubro ainda mais no que faço. Faço e me descubro ainda mais no que sou. Partes que se complementam.

O interessante é que a matriz de tudo é o "ser". É nele que a vida brota como fonte original. O ser confuso, precário, esboço imperfeito de uma perfeição querida, desejada, amada.

De vez em quando, eu me vejo no que os outros dizem e acham sobre mim. Uma manchete de jornal, um comentário na internet ou até mesmo um e-mail que chega com o poder de confidenciar impressões. É interessante. Tudo é mecanismo de descoberta. Para afirmar o que sou, mas também para confirmar o que não sou.

Há coisas que leio sobre mim que iluminam ainda mais as minhas opções, sobretudo quando dizem o absolutamente contrário do que sei sobre mim mesmo. Reduções simplistas, frases apressadas que são próprias dos dias em que vivemos.

O mundo e suas complexidades. As pessoas e suas necessidades de notícias, fatos novos, pessoas que se prestam a ocupar os espaços vazios, metáforas de almas que não buscam transcendências, mas que se aprisionam na imanência tortuosa do cotidiano. Tudo é vida a nos provocar reações.

Eu reajo. Fico feliz com o carinho que recebo, vozes ocultas que não publico, e faço das afrontas um ponto de recomeço. É neste equilíbrio que vou desvelando o que sou e o que ainda devo ser, pela força do aprimoramento.

Eu, visto pelo outro, nem sempre sou eu mesmo. Ou porque sou projetado melhor do que sou ou porque projetado pior. Não quero nenhum dos dois. Eu sei quem eu sou. Os outros me imaginam. Inevitável destino de ser humano, de estabelecer vínculos, cruzar olhares, estender as mãos, encurtar distâncias.

Somos vítimas, mas também vitimamos. Não estamos fora dos preconceitos do mundo. Costumamos habitar a indesejada guarita de onde vigiamos a vida. Protegidos, lançamos nossos olhos curiosos sobre os que se aproximam, sobre os que se destacam, e instintivamente preparamos reações, opiniões. O desafio é não apontar as armas, mas permitir que a aproximação nos permita uma visão aprimorada. No aparente inimigo pode estar um amigo em potencial. Regra simples, mas aprendizado duro.

Mas ninguém nos prometeu que seria fácil. Quem quiser fazer diferença na história da humanidade terá que ser purificado nesse processo. Sigamos juntos. Mesmo que não nos conheçamos. Sigamos, mas sem imaginar muito o que o outro é. A realidade ainda é base sólida do ser.

Padre Fábio de Melo
Canção Nova

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Nossa Missão



Bom dia queridos irmãos!!! Venho através deste blog falar de duas pessoas que dedicaram seu tempo o seu suor, suas forças, suas alegrias enfim e muito mais para DMJ para servi a Vontade de Deus, pra quem não sabe estou falando da Camila e da Carolina nossa coordenadora e nossa tesoureira .Que conseguiu uma graça de DEUS NA VIDA DELAS conseguiram arrumar um emprego , mas devido aos horários teriam que mudar para rio preto .Teria que deixar sua família ,suas amizades, seus compromissos com a igreja e seu lar. Hoje estamos chorando não porque estamos triste mas a saudade que já bate de lembrar os bons momentos que passamos juntos, trabalhando, brincando, almoçando etc. ..

Meninas estamos aqui rezando por vocês e que vocês possam vencer todos os obstáculos que aparecerem em sua nova jornada, nunca nos esqueceremos de vocês porque vocês faz parte de nossas vidas te amamos muito, se acaso precisares podes contar conosco, pois somos amigos pela Fe e a nossa fora esta em DEUS

Obrigado pela amizade de vocês pelo carinho pelo amor

BJS

BOA SORTE!!!

Fica com DEUS!!!

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

"YOUCAT"


"Convido-vos: estudai o catecismo! Esse é o meu desejo, de coração. [...] Estudai o catecismo com paixão e perseverança! Sacrificai o vosso tempo para isso! Estudai-o no silêncio do vosso quarto, leiai-o em duplas, se sois amigos, formais grupos e redes de estudo, trocai ideias pela Internet. Permanecei, de todos os modos, em diálogo sobre a vossa fé!"
Papa Bento XVI aos jovens.


Este convite do Papa está no prefácio do YOUCAT, que é abreviatura de Youth Catechism , que quer dizer Catecismo Jovem. Esta versão do Catecismo da igreja Católica foi pensado nos jovens e adolescentes.Trata-se de um livro com a explicação contemporânea da fé católica, preparado na Alemanha e prefaciado por Bento XVI.

Este catecismo contém perguntas e respostas, comentários, ilustrações e imagens, sumário de conceitos-chave, citações bíblicas e de santos e grandes mestres da fé católica. Estruturada da seguinte maneira:
- No que os católicos creem (doutrina)
- Como os católicos celebram os mistérios da fé (sacramentos)
- Como os católicos vivem (vida moral)
- Como eles rezam (oração e espiritualidade).
O livro tem 300 páginas e foi lançado em sete idiomas. A obra faz parte do kit peregrino, que será entregue a todos os participantes da JMJ. O kit também contém um Evangelho, o Livro do Peregrino (para seguir as cerimônias), o Guia da JMJ (com o programa, a agenda cultural, etc.), a camiseta da JMJ, um chapéu, um leque e um rosário.

A Finalidade do Youcat é levar os jovens a aprofundar o conhecimento de sua fé.
A edição portuguesa do YOUCAT, disponivel pela Paulus editora já conta com mais de vinte mil exemplares vendidos.

É a nossa igreja investindo na qualidade da formação dos Jovens, que afinal de
contas são o futuro da igreja católica, por isso merecem toda atenção e zelo.

Vamos nos formar, vale a pena ser mais Igreja!!!

Abraços

Camila J.

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Amizade Amadurecida



Uma das características da infância é a incapacidade de dividir coisas. Uma criança não pode dividir porque não se possui, porque ainda não sabe o que ela é. Você começa a identificar a maturidade a partir do momento em que uma criança consegue perceber as regras de um joguinho.

A maturidade faz parte de um processo. Em um processo não podemos queimar etapas. Ele é lento, chato e demorado.

Uma criança passa por um momento de amadurecimento a partir do momento em que começa a brincar. A maturidade acontece quando tomamos posse do que nós somos, para aí então podermos nos dividir com os outros. Isso faz parte desse processo de amadurecimento.

Não nascemos amando, pelo contrário, queremos ter a posse dos outros. Essa é a forma de amar da criança, pois ela não consegue pensar de maneira diferente. Ela não consegue entender que o outro não é ela. Quantas pessoas, já adultas, ainda pensam assim, trata-se da incapacidade de amar devido à falta de maturidade.

Todos os encontros de Jesus Cristo levam à implantação do Reino de Deus. Mas só pode implantá-lo quem é adulto e já entende que só se começa a amar a partir do momento em que eu não quero mudar quem eu amo.

Geralmente quando tememos alguém ruim ao nosso lado é porque nos reconhecemos naquela pessoa. Jesus não tinha o que temer porque era puramente bom, por isso contagiava os que estavam ao lado d'Ele.

Na maturidade de Jesus você encontra a capacidade imensa de amar o outro como ele é. Amar significa amar o outro como ele é. Por isso quando falamos em amar os outros podemos perceber o quanto deixamos de ser crianças. Devemos nos questionar a todo o momento com relação à nossa maturidade.

A santidade começa na autenticidad, por essa razão Cristo nos pede que sejamos como as crianças, que são verdadeiras e simples. É nisso que devemos manter da nossa infância e não a forma de possuir as coisas para nós mesmos.

Você tem condições para perceber a sua maturidade. É só observar se você é obediente mesmo quando não há pessoas ao seu redor. Você não precisa que ninguém o observe, pois você já viu aquilo como um valor.

Pessoas imaturas sofrem dobrado. Pessoas imaturas querem modificar os fatos; ao passo que pessoas maduras deixam que os fatos as modifiquem. A maturidade nos faz perceber que não podemos mudar os fatos. Um imaturo ganha um limão e o chupa fazendo careta. O maduro faz uma limonada com o limão que ganhou.

Muitas vezes, os nossos relacionamentos de amizade são uns fracassos porque somos imaturos. Amigos não são o que imaginamos, mas o que eles são e com todos os defeitos. Amizade é processo de maturidade que nos leva ao verdadeiro encontro com as pessoas que estão ao nosso lado. Elas têm todos os defeitos, mas fazem parte da nossa vida e não as trocamos por nada deste mundo. Isso porque temos alma de cristão e aquele que tem alma de cristão não tem medo dos defeitos dos outros, porque sabemos que esses defeitos não serão espelhos para nós; mas seremos instrumentos de Deus para que os superem.

Padre só pode ser padre a partir do momento em que é apaixonado pelos calvários da humanidade. Se você não consegue lidar com os limites dos outros, é porque você não consegue lidar com os seus limites. A rejeição é um processo de ver-se.

Toda vez que eu quero buscar no outro o que me falta, eu o torno um objeto. Eu posso até admirar no outro o que eu não tenm mim, mas eu não tenho o direito de fazer dele uma representação daquilo que me falta. Isso não é amor, isso é coisa de criança!

O anonimato é um perigo para nós. É sempre bom que estejamos com pessoas que saibam quem somos nós e que decisões nós tomamos na vida. É sempre bom estarmos em um lugar que nos proteja.

Amar alguém é viver o exercício constante de não querer fazer do outro o que nós gostaríamos que ele fosse. A experiência de amar e ser amado é, acima de tudo, a experiência do respeito.

Como está a nossa capacidade de amar? Uma coisa é amar por necessidade e outra é amar por valor. Amar por necessidade é querer sempre que o outro seja o que você quer. Amar por valor é amar o outro como ele é quando ele não tem mais nada a oferecer, quando ele é um inútil e, por isso, você o ama tanto. Na hora em que forem embora as suas utilidades você saberá o quanto é amado.

Tudo vai ser perdido, só espero que você não se perca. Enquanto você não se perder de si mesmo você será amado, pois o que você é significa muito mais do que você faz.

O convite da vida cristã é este: que você possa ser mais do que você faz!


Pe.Fabio de Melo

terça-feira, 19 de julho de 2011

Nossa Missão


Somos uma Família que a cada dia luta pra servir o Senhor,

Somos Amigos porque encontramos um no outro o sentido de ter um amigo na vida,

Somos Irmãos por que descobrimos na Fe que somos filho de DEUS,

Somos Felizes Porque participamos da ceia do Senhor,

Somos Perseverantes porque cremos no Evangelho,

Procuramos ser Castos porque DEUS tem um propósito maior para nos,

O mesmo se aplica a todo aquele que recebe Cristo como o seu Senhor e Salvador. Ele disse: “Se alguém vem a mim e ama o seu pai, sua mãe, sua mulher, seus filhos, seus irmãos e irmãs, e até sua própria vida mais do que a mim, não pode ser meu discípulo”. Nosso relacionamento espiritual com Cristo produz um vínculo maior do que nosso parentesco de sangue.

Venha fazer parte dessa família

DMJ.

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Jornada Mundial da Juventude 2011


Este ano Madri na Espanha será a sede da Jornada Mundial da Juventude, que será realizada de 16 a 21 de agosto, com o tema: "Enraizados e Edificados em Cristo, firmes na fé"(São Paulo).

O que é a JMJ?

A JMJ é um grande encontro de jovens do mundo todo, que se reúnem para celebrar e aprender mais sobre a sua fé. É um dos principais meios pelos quais a Igreja proclama
a mensagem de Cristo aos jovens mostrando, também, preocupação por eles.Os participantes da JMJ 2011 têm que ter entre 14 e 30 anos de idade.
O Papa é quem escolhe o tema, entrega uma mensagem explicando o seu sentido e convoca os jovens de todo o mundo. A JMJ é, então, organizada pelo Conselho Pontifício para os Leigos que é o departamento do Vaticano a quem o Santo Padre confiou o planeamento da Jornada Mundial da Juventude. Adicionalmente, existe uma Comissão Organizadora local que trabalha com o Cons
elho Pontifício par
a os Leigos.
As JMJ teve inicio em 1985 com o Papa João Paulo II. Foi uma das varias celebrações dedicadas à juventude durante o Jubileu de 1983-1984. Quando as Nações Unidas declararam 1985 o Ano Internacional da Juventude, a Igreja Católica organizou outro evento internacional no Domingo de Ramos, a 31 de Março, juntando 350.000 jovens na Praça de São Pedro. Na sequência deste evento, o Papa instituiu a Jornada Mundial da Juventude com frequência anual. Desta forma, a JMJ foi um desejo e uma iniciativa de João Paulo II. O
acontecimento foi incrivelmente bem acolhido.

Símbolos da JMJ

A Cruz da JMJ ficou conhecida por diversos nomes: Cruz do Ano Santo, Cruz do Jubileu, Cruz da JMJ, Cruz Peregrina, muitos a chamam de Cruz dos Jovens porque ela foi entregue pelo papa João Paulo II aos jovens para que a levassem por todo o mundo, a todos os lugares e a todo tempo. Os jovens acolheram a Cruz de 3,8 metros e desde 1984, a Cruz da JMJ peregrinou pelo mundo, através da Europa, além da Cortina de Ferro, e para locais das Américas, Ásia, África e agora na Austrália, estando presente em cada celebração internacional da Jornada Mundial da Juventude. Em 1994 a Cruz começou um compromisso que, desde então, se tornou uma tradição: sua jornada anual pelas dioceses do pais sede de cada JMJ internacional, como um meio de preparação espiritual para o grande evento.

Em 2003, o Papa João Paulo II ofereceu aos jovens um segundo símbolo de fé para ser levado pelo mundo, acompanhando a Cruz da JMJ: o Ícone de Nossa Senhora, “Salus Populi Romani”, uma cópia contemporânea de um antigo e sagrado ícone encontrado na primeira e maior basílica para Maria a Mãe de Deus, no ocidente, Santa Maria Maior.

Programação da JMJ

Durante todo o dia irão existir diversas actividades do Programa Cultural das JMJ, quando não coincidam com os eventos principais das JMJ. Este plano inclui concertos, exposições, visitas guiadas a museus, teatro e muito mais.

É isso ai pessoal! A JMJ será uma verdadeira demonstração de que a Igreja católica valoriza a juventude, por isso continuarei a postar aqui tudo sobre este lindo evento que será um verdadeiro Encontrão de jovens. Para maiores interesses visitem o site oficial da JMJ: http://www.madrid11.com

Que a paz de Jesus esteja sempre contigo!
Beijos
Camila Jesus


DMJ no 16° BERAKÁ!!

Claro que não poderíamos deixar de participar deste grande evento realizado pelo Renovação Carismática da nossa Diocese. Apesar do frio pela manhã e do sol a tarde, o 16° "Vale de bençãos" agitou a galera com as Bandas Via 33, Eclesis, Arkanjos e Dominus, e os cantores Diego Fernandes e Eugênio Jorge; muita oração e louvor com grandes pregadores aconteceram durante todo o dia. Já estamos aguardando o 17° Beraká que tem data marcada para continuar derramando bençãos em nossa Diocese e região. Não podemos deixar de parabenizar a Organização do Beraká pelo excelente Trabalho e missão que com muita fé e oração realizam todos os anos este lindo evento da Igreja Católica que reúne milhares de pessoas todos os anos.